Diário de uma Viajante: Entre filmagens e fantasmas #pautarioemoff

0
Gente que saudades de vocês. E mais do que nunca, vou ter muito mais coisas para compartilhar a vocês com os novos projetos. Pra começar vamos de atualizações, certo?
Recentemente fui convidada pelos coordenadores do PAUTA RIO, Giza Nascimento e Leandro Ribeiro para participar da coluna de "reestréia" do site, porém como minha ideia de trabalho era um pouco maior, eles me presentearam com a notícia que minha coluna seria permanente. Daí surgiu a coluna VIVA LIVROS. Que é composta por três sub-colunas como expliquei no meu primeiro texto ao site. Uma é a BOOKTOUR, onde eu vou mergulhar nos livros visitar lugares citados pelos autores, cobrir eventos literários, bem como lançamentos e noites de autógrafos e muito mais. A BOOKSTYLE é uma coluna onde irei reproduzir maquiagem e looks de personagens literários, de filmes que foram inspirados em livros também. Já a coluna CANTANDO LIVROS fala sobre cantores, escritores e poetas que transformam seus escritos em música e música em livros. Muita coisa né?! Mais tem muito vindo por aí ..
Pra começar fui cobrir o centenário de Vinicius de Moraes e entrevistei ninguém menos que Maria de Moraes filha do lendário escritor, compositor, músico e poeta brasileiro. Uma honra, foi tremendamente emocionante, minha primeira entrevista. Simplesmente inesquecível. Entrei pro mundo do jornalismo com o pé direito... e com muitas assombrações ... e vou explicar porque kkkk
Eu e Leandro chegamos muito cedo na biblioteca e para completar, nos colocaram no auditório sozinhos. De "zuação" comecei a dizer que haviam fantasmas ... o fantasma da ópera .. coisas minhas, brincadeiras pra quebrar o clima e assim fomos seguindo em frente com os ensaios para a matéria.
Quando saímos o segurança nos disse que o auditório era mal assombrado. Que a biblioteca foi construída em cima de um cemitério... acreditam?? Bizarro.. muito comum ... mas o fato é que o segurança nos garantiu que ninguém entra naquele auditório sozinho sem ninguém junto, pois as pessoas que entram escutam vozes, os panos se movem, portas se abrem, uma coisa fantasmagórica ... mas saímos ilesos pra contar história.
Ainda bem ...a exposição está linda, a biblioteca é mais que uma biblioteca, se propõe a ser um centro cultural e o é. Super recomendo. Biblioteca Parque Estatual. É isso galera entre filmagens e fantasmas, todos saíram vivos. #pautarioemoff


video




Ensaiando o Texto



Eu, Maria de Moraes e Leandro Ribeiro






Auditório Mal Assombrado com outras pessoas

Auditório Mal Assombrado os panos que se movem rsrsrs

0 comentários:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t